sábado, 18 de junho de 2011

"... e novamente levantou-se,
limpou o pó da camisa flanelada, 
encheu os pulmões com um folego vivo,
colocou seus fones de ouvido,
e saiu descobrindo que era uma criança
 
Apenas brincava de ser gente grande
tentando trazer de volta os bonecos,os carrinhos...
buscando um vento para levantar a pipa
que guardava dentro de um coração infantil
Outra vez fora repreendido pelos pais,
pelos reis da sociedade,
por não cumprir o dever de cidadão
por não ser mal, sempre usando a inocencia
O menino deixou de engatinhar" 
                                                                                                  
                                               (Allan Domingues)

2 comentários:

  1. Oii querida..:D
    Seguindo você aqui ... Dá uma passadinha, se gostar segue ? http://mywordfashion.blogspot.com
    Beijinhos.

    ResponderExcluir