quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Cinco horas de paz

Acordo com ruídos à minha porta,
Ruídos que jamais gostaria de ouvir
Ruídos de pessoas que nunca gostaria de ver
É desesperador ter que enfrentar tudo outra vez.. .

Cinco horas por dia, é isso que eu tenho de paz...
Então eu imploro, eu suplico, eu rogo...
Aumente minhas horas...
Aumente pra dez, dezoito, vinte cinco  horas...
Isso é um tormento, eu sei...
Mas eu amo minhas cinco horas de paz...

A vida é um campo minado...
Um passo em falso e ela te destrói
Olho em volta, meu refúgio está longe...
Muito longe... À dois anos daqui...

Cinco horas por dia, é isso que eu tenho de paz...
Então eu imploro, eu suplico, eu rogo...
Aumente minhas horas...
Aumente pra dez, dezoito, vinte cinco  horas...
Isso é um tormento, eu sei...
Mas eu amo minhas cinco horas de paz...

Minha alma grita, você a ouve?
Está dizendo “salva-me por favor!”
Você está parado, estático, surdo...
Então, o Punk Rock and Roll veio me salvar no teu lugar...

Cinco horas por dia, é isso que eu tenho de paz...
Então eu imploro, eu suplico, eu rogo...
Aumente minhas horas...
Aumente pra dez, dezoito, vinte cinco  horas...
Isso é um tormento, eu sei...
Mas eu amo minhas cinco horas de paz...


Nenhum comentário:

Postar um comentário